04 abril 2011

Efésios 1:13-14 - Bênçãos da Parte do Espírito Santo


Já vimos o que Deus Pai já fez antes da fundação do mundo (vs. 4-6). Vimos os benefícios que recebemos de Jesus (vs.7-12). Agora veremos a obra do Espírito Santo (vs. 13-14).
O Espírito Santo é Nosso Selo, Efésios 1:13. Neste versículo é apresentado todo o processo da salvação, por isso precisamos examiná-lo com cuidado. Aqui vemos como um pecador se torna santo. Primeiro ouve “a palavra da verdade”, ou seja, as boas novas que Cristo morreu por seus pecados, foi sepultado e ressuscitou (1 Coríntios 15:3-4).
            A Bíblia ensine sobre a eleição e também ordena, “...Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura” (Marcos 16:15). Uma pessoa que está evangelizando geralmente não discute essa  doutrina da eleição com inconversos, porque é uma doutrina de interesse apenas para crentes. O que temos que fazer é simplesmente anunciar a verdade do evangelho e convidá-la a confiar em Cristo como Salvador e o Espírito Santo se encarregará do resto.
            O que significa ser selado com o Espírito Santo? Ser selado com o Espírito expressa idéia de um negócio fechado. Naquela época colocavam selos indicando propriedade. Ainda hoje quando negociações legais são executadas, os documentos importantes recebem um selo do cartório dando a entender que aquela negociação foi concluída. Isto significa que somos propriedade de Deus (1 Coríntios 6:19,20). Também significa segurança e proteção. O selo romano no túmulo de Jesus tinha este significado (Mateus 27:62-66). Assim que, o crente passa a pertencer a Deus está seguro e protegido porque é parte de uma negociação concluída. Outro uso do selo é o de autenticidade. Tal como uma assinatura em um cheque confirma que é genuíno, assim a presença do Espírito prova que um crente é genuíno.
O Espírito Santo é Nosso Penhor, Efésios 1:14. Penhor é uma palavra fascinante! Nos dias de Paulo significava uma garantia ou um sinal na compra de alguma mercadoria. Podemos dizer que o “penhor” é a primeira parcela de nossa herança. No original, a palavra se refere, com freqüência, a certa quantia de dinheiro dada antecipadamente na compra de um animal ou mesmo de uma esposa.
            A Bíblia nos ensina (2 Co 1:22 e 5:5), que quando Deus deposita o Espírito nos corações de seus filhos, Ele mesmo se obriga a outorgar-lhes, subseqüentemente, o restante total de todas as bênçãos da salvação merecidas para eles por meio do sacrifício expiatório de Cristo. O “penhor” é, portanto, uma garantia da glória por vir, glória que se manifestará não somente quando a alma e o corpo se separam, mas também, na segunda vinda de Cristo. O Espírito Santo é a garantia que a obra começada em nós será completa e que um dia iremos para a glória.
Qual é o único conforto tanto na vida como na morte? Que eu, com corpo e alma, tanto na vida como na morte, não pertenço a mim mesmo, mas pertenço ao meu fiel Salvador Jesus Cristo, que com o seu precioso sangue satisfez plenamente por todos os meus pecados e me guarda de tal maneira que sem a vontade de meu Pai celestial nem um só cabelo pode cair de minha cabeça. Por isso também me assegura, por meio do seu Espírito, a vida eterna, e me faz pronto e me faz querer sinceramente viver para Ele.

3 comentários:

  1. muito bom, muito bom mesmo

    ResponderExcluir
  2. Excelente, edificante! Parabéns, Deus abençoe.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom mesmo. Que o Espirito Santo continue derramando sabedoria.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, pois, sua opinião é importante para nós.